Notícias
Preço do leite continua firme
18/09/2013 - Preço do leite continua firme
Neste mês de setembro, a expectativa de grande parte dos compradores é de preço firme, com aumento que pode chegar a três centavos o litro. Por outro lado, alguns agentes de mercado apostam na estabilidade, alegando que o consumo pode não se sustentar e que a produção está crescendo em ritmo mais acelerado.

No mês de agosto de 2013 o preço do leite pago ao produtor, em Santa Catarina, apresentou o maior preço real, descontado a inflação, desde agosto de 1995, época em que a economia brasileira ainda não havia assimilado integralmente as medidas do plano real.

A menor oferta nacional de leite, associado ao consumo aquecido da população, tem dado sustentação ao aumento dos preços recebidos pelos produtores nos últimos meses.

O volume captado pela indústria nacional cresceu menos em 2012 e, além disso, no primeiro semestre de 2013, o volume captado também ficou abaixo do esperado. O volume de leite entregue à indústria brasileira, no período de janeiro a julho de 2013, apresentou variação negativa, quando se esperava um crescimento ao redor de 4%.
O consumo brasileiro de lácteos continua firme. Mesmo com os altos preços dos derivados de leite, nas gôndolas dos supermercados, no primeiro semestre deste ano, o consumidor não deixou de adquirir esses produtos.

Em agosto, os preços mais comuns pagos aos produtores, registrados nas principais regiões produtores de Santa Catarina, oscilaram entre R$0,87 e R$0,95/ litro de leite, posto na propriedade rural. O preço médio registrado no estado foi de R$0,89/litro, 3,5% acima do preço de julho/2013.

O preço de referência do Conseleite/SC para o leite padrão, projetado para o próximo pagamento é de R$0,93/litro, para o leite posto na propriedade, o que significa praticamente R$1,00/litro, para o produto posto na plataforma da indústria.

Custo de produção do leite – Agosto/2013

O resultado operacional da atividade leiteira, em Santa Catarina, continuou positivo em agosto de 2013. Na média o custo de produção de leite, em Santa Catarina, segundo a planilha de cálculo do Conseleite/SC, atualizada pelo Epagri-Cepa registrou um custo médio de R$0,7869, apresentando crescimento de 2,8% em relação ao custo médio de maio de 2013. A principal causa do aumento do custo médio se deve, principalmente, ao aumento de preço da ração comercial para vaca em lactação (7,0%) e a ração comercial para novilhas (12%).





O preço médio recebido pelo produtor catarinense, em agosto/2013, pelo produto entregue na indústria foi R$0,96/litro, segundo o levantamento sistemático de preços efetuado pelo Epagri/Cepa. Considerando o custo operacional médio e o preço médio recebido pelo produtor, a margem de lucro média do produtor catarinense, foi de aproximadamente dezessete centavos de real, por litro de leite.

As informações são da Epagri, adaptadas pela equipe MilkPoint.